17 de fevereiro de 2013

Rebel Paradise - 2ª Temp - Capítulo 8 - "Colar Cobiçado"

 
 Olá, Rebel Angels!
Como eu prometi na postagem de ontem, o novo capítulo de Rebel Paradise!
 Ainda não leu o capítulo anterior e/ou a primeira temporada?! Clique aqui!

 -
 Rebel Paradise
Segunda Temporada - Capítulo 8
"Colar Cobiçado"




Na manhã seguinte o clima soou mais tenso do que Lessie imaginaria possível..Lucy ainda não havia voltado para a casa, a “mãe” de Lessie estava em prantos e louca de preocupação por causa da filha; a mulher já havia inventado mil teorias sobre o que poderia ter acontecido a Lucy. Já Lessie estava se segurando para não rir; tinha certeza de que Lucy estava bem, ou vagando perdida pela floresta, ou, até mesmo quem sabe com medo de mais até para sair do lago...Lessie estava preocupada mesmo era por causa de Anne, que olhava para a guardiã com um tom enigmático, como se de alguma forma soubesse que Lessie sabia sobre onde Lucy estava e, sobre as criaturas das trevas que as cercaram no dia anterior.
- Mãe, a Lucy vai ficar bem, ok? Agora eu preciso ir, tenho aulas super importantes hoje...- Lessie normalmente aproveitaria o “sumiço” de Lucy para faltar a aula, isso se não precisasse falar com Nick e Alex urgentemente sobre Anne –
- Não prefere faltar aula hoje?
- Não, sério, tudo bem, eu preciso mesmo ir...
- Tudo bem...Já que vai, pode levar Anne para a escola por mim? Ela faltaria, mas, tem prova hoje e eu preciso trabalhar além de procurar por Lucy, se ela não voltar em  24 horas teremos que chamar a polícia... – Lessie engoliu em seco, teria que acabar logo com a brincadeira que fizera com Lucy de a humana não voltasse logo...A policia atrai perguntas, e pensando de forma estratégia um dos policiais poderia ser uma criatura da luz disfarçada, certo? O que não seria nada bom...
- Ok, eu levo ela... – Lessie dirigiu seu olhar até Anne, que ainda a encarava – Vamos, Anne? Eu não posso me atrasar.. – Anne seguiu Lessie, sem dizer uma única palavra, até saírem de casa, ao menos...
- Fala logo, Lessie, você sabe onde a Lucy está, não é? – Anne parecia apreensiva, realmente estava suspeitando que Lessie sabia de algo, mesmo assim a guardiã manteu segredo sobre tudo, era o que precisava fazer até saber exatamente o que Anne é, não é mesmo? –
- Anne! Por favor, de onde você tira essas idéias malucas? É claro que eu não sei de nada!
- Do jeito que você e a Lucy brigam eu não duvidaria que você sabe de algo e está escondendo.. – Anne, por mais incrível que pareça falava aquilo inocentemente, havia de fato algo especial nela –
- Olha, Anne, eu sinto em decepcionar você, mas, eu não sei de nada, e se soubesse é claro que eu contaria, a mamãe está desesperada,  a Lucy faria alguma coisa dessas comigo, não ao contrário...- a não ser que eu por acaso seja uma parte demônia... –Lessie completou mentalmente –
- É, Lessie, você realmente tem razão, a Lucy faria uma coisa dessas, não você – Elas ficaram caladas pelo resto do caminho inteiro, o que deixou Lessie mais tranqüila –

A guardiã ao chegar na escola foi logo procurar Alex e Nick para falar sobre Anne, mas, estranhamente o sinal tocou – 20 minutos mais cedo do que deveria, e, Lessie tinha certeza de que seu relógio não estava atrasado, até mesmo porque os outros alunos pareciam tão confusos quanto ela.
Sua primeira aula era de educação física, então ela foi imediatamente para o ginásio, onde – também estranhamente – a diretora estava...
- Bom, alunos, vocês devem estranhar o sinal tocar mais cedo e eu estar aqui, é que preciso dizer algo a vocês e a todas as outras turmas: Depois de dois anos com a piscina da escola fechada nós resolvemos criar novamente a nossa equipe de natação, teremos uma nova professora e os meninos e meninas se revezarão em aulas semanais até criamos um horário, como sempre, primeiro as damas...Podem ir até a piscina, se é que ainda se lembram de onde ela fica...
Lessie acompanhou as demais garotas até o local da piscina sem dizer uma palavra, a professora já estava lá, Rachel, uma mulher que aparentava ter 20 e tantos anos, com cabelos loiros e olhos azuis.
O Começo da aula foi só aquele papo chato de aluno e professor, mas, depois finalmente Rachel liberou as garotas para o vestiário, para trocar de roupa e começaram a aula de verdade na piscina; Lucy, como sempre não tirou o colar, realmente não era nada de mais, até que a professora veio abordá-la:
- Lessie, tire esse colar...Vai atrapalhá-la na hora de nadar... – A voz de Rachel era doce e suave –
- Não precisa, professora, ele não me atrapalha...
- Mas, é um colar tão bonito...Seria uma pena se ele estragasse por conta da água da piscina...Eu tomo conta dele para você, não se preocupe...- Lessie achou estranho tanto interesse pelo colar, e foi aí que percebeu: um brilho intenso invisível aos humanos, olhos claros e incrivelmente reluzentes e brilhantes; a professora Rachel era uma criatura da Luz!
- Não, professora, não precisa, sério...
- Sinto muito, Lessie, mas, acho que não poderei deixá-la nadar com o colar...
- Então, infelizmente eu não vou nadar, porque o colar vai ficar comigo, como está agora.
- Ah, Lessie, seria uma pena se uma das minhas alunas não participasse justo na primeira aula... – Lessie olhou para a piscina atrás de Rachel e teve uma idéia... –
- Mas, professora, eu não nado tão bem assim...E se você me mostrasse como se faz primeiro? – Lessie empurrou Rachel para dentro da piscina, chamando a atenção de todos...Karly e Renée logo foram em direção a Lessie, esbarrando uma na outra –
- Olha por onde anda!  - Karly  gritou –
- Olha por onde anda você, Nephilim inútil!
- Inútil? Você vai ver quem é inútil, demôniazinha metida a besta –
- Ei, parem vocês duas! – Lessie foi afastar  a briga – Acho que lá em urano não ouviram as palavras “nephilim” e “demônia” falem mais alto! – Lessie repreendeu-as, em um sussurro – Eu vou dar o fora daqui antes que a nossa querida professora saia da água, vocês vem ou não? – Karly e Renée se entreolharam, ainda com raiva e seguiram Lessie até o pátio –
- O que ela disse para você? – Karly perguntou, se afastando ao máximo de Renée –
- Nada de mais, apenas estava tentando me induzir a tirar o colar de todas as formas possíveis, de uma forma até bem normal se eu não fosse a guardiã e ela não fosse...bem, ela, mas, parecia que iria começar a agir de forma violenta se eu não desse o colar logo pra ela ou não fizesse algo...
- Vai ser complicado conviver com a nossa “querida” professora de natação por aqui... – Renée disse, pensativa – A não ser que a gente consiga fazê-la ser demitida do colégio...
- Finalmente você conseguiu pensar em algo que preste, demônia retardada – Karly mais uma vez provocava Renée, aparentemente com muita raiva –
- Olha aqui, sua nephilim estúpida, você sabe muito bem que eu sou muito mais poderosa que você e...
- Ei! Vocês parem, ok? Temos coisas mais importantes para lidar agora  do que essa briguinha de vocês! – Lessie disse fria, separando mais uma vez as duas meias-irmãs –
- Desculpa – As irmãs falaram, em uníssono –
- Vai, Renée, fala o que você estava pensando..
- Eu ainda não sei muito bem o plano, mas, a gente tem que tirar essa professora/criatura da luz da escola...De uma forma que ela nunca possa mais pisar aqui...Vamos usar discretamente nossos poderes celestiais e de forma nada discreta nossa mente demoníaca...Só precisamos de um plano bem planejado e executado, não podemos deixar que isso vire algo maior a ponto de mostrar algo que não desejamos aos alunos, afinal, isso tem que ser feito na aula, assim ela também não poderá fazer nada mais brutal...
- Renée, você é a demônia mais brilhante que já existiu! - Lessie piscou para Renée –
- É, eu não posso discordar de que é uma boa jogada... – Karly disse, encarando Renée, ainda totalmente fria –
- Ótimo gente, mas, vamos sair daqui, se algum inspetor vir a gente aqui estaremos ferrados, e se a Rachel der uma pequena pausa na aula para “conversar” comigo também não vai ser nada legal... – Lessie parecia estar mesmo preocupada –
- Ok, vamos... – Renée disse. Já Karly apenas deu de ombros e seguiu as garotas até a sala da próxima aula –

Durante as duas aulas antes do intervalo Lessie não parava de pensar nessa professora...Assim como ela, quantos outras pessoas poderiam aparecer na vida da guardiã simplesmente pelo poder que ela protegia? Definitivamente a vida de Lessie estava a mercê do colar, e isso não parecia uma coisa lá das mais agradáveis no momento. Revendo todo o prejuízo que essa falsa professora poderia provocar Lessie concluiu de imediato que por mais intrigada que estivesse o assunto de Anne teria que esperar.

No intervalo, Lessie, Renée e Karly foram logo arrastando Nick e Alex para  o estacionamento, onde poderiam falar em paz, e, principalmente sem correrem o risco de encontrar uma certa criatura indesejada...
- O que é tão importante assim que vocês não podem nem esperar o sina tocar direito para falar com a gente?- Nick estava com certeza preocupado com o que poderia ser, até mesmo porque sabia que isso tinha a ver com Lessie, a ‘pessoa’ com quem ele mais se importava.
- A nova professora, a Rachel não é bem que ela diz que é...  – Lessie disse, tentando manter-se calma –
- E isso quer dizer que... – Alex estava totalmente confuso, e não parecia ligar muito para o que as garotas tinham a dizer –
- Isso quer dizer que a professora é uma criatura da Luz, é isso que quer dizer, Alex. – Karly foi fria, rápida e objetiva –
-Uou, temos um problema... – Nick ficou pensativo, mas, acabou não dizendo nada –
- É, ex-arcanjo, realmente temos um problema, mas, eu já achei parcialmente a solução..Vamos tirar a Rachel da escola, sendo que ela nunca mais pisa aqui...Como? Fazendo parecer que ela tentou afogar um aluno...Hoje mesmo eu elaboro o plano nos mínimos detalhes... – Renée mostrou que ser uma demônia com a mente maldosa tinha lá suas vantagens –
- Ótimo, mas, se realmente vocês só vão ter aula dela na semana que vem, vamos ter que tomar cuidado... – Nick foi frio e rápido, puxando Lessie para perto de si e abraçando-a fortemente, o anjo também não gostava nem um pouco de pensar que a vida de Lessie estava em risco, e que ela teria que fazer tudo, incluindo talvez até morrer por causa do colar, a idéia de poder perder Lessie a qualquer momento o fazia enlouquecer –
O resto do dia escolar resumiu-se a cálculos matemáticos, ou, em outras palavras: tédio e confusão mental.
- - -

Já em casa, Lessie tentava descobrir uma forma de escapar para ir em busca de Lucy, a guardiã não estava preocupada, mas, não queria a policia envolvida nisso; felizmente, sem Lessie precisar mover um músculo Lucy chegou em casa, sã, salva e totalmente suja de lama.
- Meu Deus, Lucy, aonde você estava?! – A mãe da humana foi rapidamente ao encontro da filha, em ato de preocupação –
- É, Lucy, onde você estava?  - Lessie disse, em forma provocativa e meio que como um deboche indireto –
- Você! – Lucy disse aquela palavra com toda a raiva possível, mas, logo mudou o tom assim que Lessie, sorrindo maliciosa deu um discreto “tchauzinho” á ela, balançando bem os dedos, como se falasse “Lembra do raio, Lucy? Acho que não seria muito divertido para você ser partida no meio como aquela rocha por um daquele, então MINTA” – Você não vai acreditar no que aconteceu, Lessie! – Agora a humana falava com um tom animado, mas, ainda com muita raiva no olhar, que era totalmente direcionado a guardiã –
- Sério? Acho que todas nós queremos saber o que houve com você! Conte logo, isso se não quiser tomar um banho primeiro, você está um pouquinho suja...Se é que ainda não percebeu... – Lucy deu um meio-sorriso de desgosto e subiu as escadas; a guardiã estava se controlando para não rir, Lucy estava mesmo furiosa, e não, aquilo não era nem o começo, Lessie já tinha muitos outros planos para se divertir um pouquinho as custas de Lucy, que, sem dúvidas não gostava nem um pouco das nada inocentes brincadeiras da guardiã.
- Bom, já que Lucy está de volta sã e salva não temos mais que ficar preocupadas. – A “mãe” de Lessie disse, depois de um suspiro de alívio – Mas, eu preciso falar com você, Lessie...
- Éh... Comigo? Tudo bem, mas, sobre o que exatamente?  -Lessie estava realmente confusa, com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, assuntos humanos não eram sua prioridade no momento –
- Bom, hoje, mais cedo eu recebi uma ligação da diretora da sua escola...
- Ah é, é?
- Sim, e eu não gostei nada do que ela me disse...É verdade que você empurrou sua nova professora na piscina, Lessie? – A guardiã xingou mentalmente Rachel com todos os palavrões que conseguiu pensar de imediato, contar aquilo para a diretora somente para prejudicar Lessie e fazê-la, talvez se descuidar um pouco com a segurança do colar...Boa Jogada. Com certeza Rachel realmente queria o colar á qualquer custo.
- É claro que isso não é verdade, mãe! Você sabe que a diretora me odeia! – Negar, negar, negar, até que se tenha uma prova de que Lessie tenha mesmo feito isso – mesmo ela sabendo que fez – A guardiã negaria até a morte, ela já tinha problemas celestiais com a nova professora, não precisava de problemas humanos que, além de tudo, talvez dificultassem na resolução dos celestiais –
- Não minta, Lessie! A pergunta foi um teste, a diretora disse que tem o vídeo de quando você empurrou a professora; ela checou imediatamente as câmeras quando soube do que tinha acontecido por um aluno...
- Droga! – Lessie sussurrou para si mesma; com a área da piscina fechada por quase três anos a guardiã não esperava que as câmeras estivessem funcionando...E, um aluno?! Quem contaria isso a diretora? Se não fora Rachel quem “denunciou” Lessie a direção, quem foi?
Lessie depois dos vários boatos bizarros que haviam sido feitos sobre ela, Renée, Nick e Alex, boatos ridículos e totalmente falsos, é claro, mas, que deixaram eles com fama de “galera barra pesada”, por isso nenhum aluno se atreveria a mexer com eles, o que era bom em partes....Mas, se foi um aluno que contou a diretora, isso significa que há mais criaturas de outra dimensão infiltradas na escola simplesmente por causa de Lessie, o que pode ser considerado algo bem ruim; por esse mesmo motivo a guardiã acrescentou mentalmente em sua lista de prioridades descobrir quem esse aluno é.
- Vamos, Lessie, o que tem á me dizer? – A guardiã olhou para a “mãe, que a observava, impaciente.  
- Eu realmente sinto muito por ter feito isso, mãe...Mas, eu não tive escolha...
- Não teve escolha? Porque você teria que empurrar uma professora recém chegada na piscina? – Hm, que tal porque ela é uma criatura da luz disfarçada e que quer o meu colar a qualquer custo, nem que para pegá-lo tivesse que me enforcar com o mesmo, e como eu sou a guardiã eu tinha que fazer aquilo que era a opção mais viável, já que as outras eram: brigar coma  professora de verdade, ou seja, com poderes sobrenaturais ou sair correndo na velocidade da luz, ou, sei lá, sair voando e quebrar o teto todo...É uma boa resposta pra você? – Lessie pensou, meio irritada –
- Eu realmente não posso te contar... – A guardiã foi fria, subindo para o quarto o mais rápido que conseguiu – parecendo uma humana – se trancando lá e desabando em lágrimas. Porque isso tinha que ser tão difícil? Porque Lessie não podia ser apenas mais uma adolescente? Porque tinha que dar a vida por um simples colar idiota, se é apenas uma nephilim enquanto há anjos tão mais poderosos do que ela e o colar ficaria em perfeita segurança no céu? E o mais importante, porque ela não tinha poder de escolha? As perguntas vinham aos montes, nenhuma com uma resposta aceitável....
Lessie acabou adormecendo em lágrimas naquela noite; lágrimas de uma garota que queria poder ao menos uma vez poder decidir sua vida por si mesma...
---
Comentários?
Kisses & Cupcakes'
*xoxo*
Faty'
S2

 



 

Um comentário:

  1. Oi flor! Tem uma tag para você lá no meu blog.
    Confere lá!
    http://coisa-degarotas.blogspot.com.br/2013/02/livros-que-recomendo-tag.html

    Beijos, :*

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião.