16 de dezembro de 2013

Doze motivos para odiar o fim de ano

Olá, cupcakes!
Hoje esse post é um pouco diferente dos outros...E pode ser um pouco engraçado para alguns de vocês em alguns momentos.
Estamos chegando no fim do ano, o que significa sol, calor, verão...E doze motivos para odiar isso tudo.  Doze é meu número favorito, então por isso eu o escolhi para o post.
 Eu não sei vocês, mas pra mim o verão é a pior estação do ano, e o final de ano a pior época, então eu vou mostrar doze motivos pelos quais eu odeio essas coisas.

1º - Verão, calor...Os insetos fazem a festa. 
Alguém aí concorda comigo que os insetos que vivem entrando na casa nessa época do ano, principalmente à noite, são um saco? Eu definitivamente odeio insetos. 

2º - O calor insuportável que faz todos ficarem suados.
 Calor, suor...Tudo fica mais melado nessa época do ano. Tem dias, que mesmo com o ventilador ligado você sofre. Eu não suporto ficar suando o tempo todo, então, sem dúvidas, esses é um dos piores pontos da estação.

3º - Andar na rua com o calor insuportável e com pessoas suadas por causa do calor insuportável.
Eu não suporto dar nem ao menos cinco passos no sol quente, e isso é fato. Definitivamente odeio calor, e pior do que isso, é você ter que andar no sol quente e ainda mais aquela pessoa completamente suada carregando milhões de sacolas esbarrar em você, te deixar todo melado, e ainda como se não bastasse, quase te jogar no meio da rua por causa do impacto junto com as milhões de sacolas por causa das compras para o Natal/Ano novo.

4º - A forma como as pessoas agem no fim de ano.
Eu odeio o fato de como as pessoas ficam magicamente caridosas, fofinhas, amorosas e solidárias nessa época do ano. Tipo...No resto do ano você pode roubar, matar, comandar uma máfia...Mas, no fim do ano você tem que ser a personificação da bondade. É insuportável. 
Eu não sei ser simpática, amável, boazinha...É algo impossível pra mim, então a forma como as pessoas agem, todos cheios de "Feliz Natal, um próspero Ano Novo. Muita saúde e paz para todos...", eu odeio. Tipo...Por fora: "Feliz Ano Novo pra você também.", com a expressão mais indiferente que vocês possam imaginar. Por dentro: "Que um piano caia na sua cabeça."
Eu odeio votos de fim de ano.

5º -  As festas de fim de ano.
Matem-me. Eu sei que muitos de vocês devem gostar disso, mas eu não consigo gostar. Eu nunca fiz nada de interessante nessa época, até mesmo porque eu não tenho tempo pra isso, e nada de que as pessoas me sugerem para o fim de ano é legal na minha opinião.
Ah, Natal, Ano Novo...Época de reunir a família, os amigos...Eu odeio o pessoal chato da minha família. 
Comentários desnecessários, o tio da piadinha do "pavê ou 'pacumê'" (que infelizmente é meu pai, eu lamento por mim mesma...), todos aqueles beijos e abraços e os típicos: "Como você cresceu! Está uma mocinha.", "E os namoradinhos?", e pessoas chatas tentando puxar assuntos com você o tempo todo. Tipo...No Natal passado me perguntaram qual era a minha marca de esmalte favorita, sendo que eu nunca estou com as unhas pintadas! Não dava pra, tipo...Conversar sobre o clima? "Tá sol hoje, né?", viram? Muito mais agradável.

6º - A programação horrenda da televisão.
Eu não gosto de ver televisão, não mesmo. Só vejo algumas séries e filmes quando acho algo interessante passando, e de qualquer forma eu não tenho muito tempo...Maaaaassss, quem lembra de quando eu disse que odeio todos os sentimentos bonzinhos e fofos do fim de ano? Todos, obviamente, a não ser que vocês tenham amnésia. Alguém aí já esqueceu como se respira? Espero que não, e não tentem isso em casa, crianças. Voltando ao assunto...Sobre o que é mesmo a programação da televisão no fim de ano? Ah, claro...Sobre os sentimentos fofinhos do fim de ano. Ou pior...Histórias de moral sobre os sentimentos fofinhos de fim de ano.  
Eu sou uma pessoa que gosta de filmes de ação, com aqueles criminosos todos cheios de si, muitas armas, muitos tiros, muito suspense, muita coisa em jogo...Então, por favor, não me venham fazer assistir os filmes, porque eu preferia ficar batendo a cabeça na parede.

7º - A babaquice que todo mundo faz: viajar para a praia.
Matem-me de novo, mas eu não vejo utilidade na porra, desculpe-me o palavreado, da praia. Um lugar cheio de gente suada e com a atitude boazinha de ano novo, arrastando uns trinta filhos, oitenta e quatro parentes, aquela tia velha, gorda e feia que te da vontade de ficar de olhos fechados pra não ver aquelas banhas pulando do biquíni que ela acha que pode usar...Aquele povo trazendo um bando de quentinha, umas farofas malucas que se você for analisar, tem até picadinho de bicho pré-histórico no meio. Ah, e se você for de ônibus...Pior ainda, por quê? Porque vai ser um bando de gente suada e o resto todo que eu disse, se espremendo em um ônibus, com aquela catinga de gambá morto, porque a tia do biquíni também nunca usa desodorante, eu um dos trinta filhos não para de pular na frente de todo mundo, e aquele barulho todo, aquele engarrafamento... 
Agora voltando pra praia de novo: um lugar com areia e água. Nossa, que legal...Primeiro que eu odeio essas coisas de mar, rio, lago, lagoa...Depois, que me da vontade de xingar até em norueguês quando a porcaria da água salgada cai no meu olho, e piorou...A areia vai conseguir entrar até no seu c...cabelo, porque é sempre assim que acontece. 
Aí o que mais tem? A hora de voltar. Porque você está cansado, cheio de queimaduras, morrendo de saudade de casa, e ainda vai enfrentar um engarrafamento que é trinta vezes maior do que quando você foi para a praia. 
Como eu sei disso tudo? Não me perguntem, porque eu não saberia responder, já que eu quase nunca fui pra praia., e já me traumatizei completamente. A última vez que eu fui, foi no ano passado, em uma excursão escolar e simplesmente porque minhas amigas ficaram botando pilha. Resultado? Odiei o passeio inteiro.

8º - As roupas de verão.
Eu odeio as roupas coloridas, floridas e etc. do verão. Não gosto, simplesmente não consigo gostar...Não consigo usar vestido e nem saia sem me sentir incomodada, e se eu usar uma das roupas que eu gosto, o que eu sempre faço, eu vou ficar suada pra caramba, por causa do calor mortal. Eu já estou acostumada, mas mesmo assim não posso dizer que é confortável.
Se eu gosto das roupas de inverno? Eu amo as roupas de inverno, assim como amo o inverno. É tudo tão sóbrio, e coberto, e estiloso...

9º - Músicas de verão.
Eu odeio esse ritmo pop e eletrônico que fala sobre dançar até não aguentar mais numa praia. Eu odeio essas coisinhas eletrônicas e pop, e eu odeio essas letras sobre diversão e praia, porque eu odeio esse estilo de diversão & praia.
É um saco. Eu não consigo ouvir. Me da vontade de dar um tiro em quem ouve isso perto de mim. Eu fico de mau-humor, me irrito, fico desejando que um piano caia na cabeça do cara dos sentimentos fofos do ano novo, fico querendo matar quem faz a porcaria da programação da televisão, xingo mentalmente o cara suado das mil sacolas, não suporto nem pensar nos parentes que dão uma da tia de biquíni e vão para a praia, me irrito com as pessoas idiotas que usam as roupas de verão, aí depois eu quase tenho um ataque de raiva pelos insetos no quarto, e ainda xingo as ideias do meu pai para as festas de fim de ano. É tipo: PREPAREM O SEDATIVO PRA ELA, PORQUE ELA VAI EXPLODIR...É PIOR QUE BOMBA ATÔMICA. ESSA GAROTA ESTÁ MUITO BRAVA. 
10º -As pessoas que dizem que todo mundo gosta dessa época.
Obrigada, mãe, por sempre me dizer que eu não sou todo mundo. Eu existo, tá legal, gente? Eu existo e odeio essa época do ano, assim como sei que não sou a única. Eu não suporto, e não suporto gente que diz que todo mundo ama. PORQUE. É. UM. SACO.

11º - Enfeites de Natal.
Qual é a necessidade disso? Ah, vamos colocar um pinheiro de Natal, renas, um Papai Noel no shopping...E deixaremos o cara morrer de calor, né? Alguém já viu como é aquela roupa? Aquele treco vermelho, todo agasalhado...Gente, aqui não é Estados Unidos, vocês estão querendo matar o cara que está vestido dessa forma se a sua loja, se o seu estabelecimento não tiver um ar condicionado, certo? Porque não dá. E os enfeites de Natal, qual é a necessidade? Todo mundo sabe que é Natal, gente! Vai deixar a cidade mais bonita? Não. Vai dar mais engarrafamento, porque vão ficar parando o carro pra olhar, vão colocar uma parada maluca no meio da rua, vai ter uma senhorinha falando com o boneco de neve como se fosse uma pessoa de verdade (eu já contei essa história aqui? Respondam, por favor), vai ter um mendigo tentando morar na casa do Papai Noel enquanto o treco estiver montado lá...Ou talvez no presépio. Não há necessidade disso!

12º A forma como eu fico estressada nessa época do ano. 
Vocês vão dizer que eu sou chata, que eu não tenho motivos, que é frescura, mas essas coisas realmente me irritam! O sabem o que é pior? É tudo interligado. E por quê? Porque olhem a linha da raciocínio...A tia do biquíni é a que diz que você é fresca por causa dos insetos, a que esbarra em você com um bando de sacola e ainda vai te dar aquele beijo melado, vai ser a pessoa que vai desejar à todos aquelas coisinhas fofinhas e sensatas e blábláblá, vai ser a que vai te dizer como você cresceu, a que vai te perguntar dos namoradinhos (nunca aconteceu comigo essa dos namoradinhos, milagre ou milagre?), a que vai tentar puxar assunto, e ainda por cima a que vai ser quem? A esposa do tio do ''pavê ou 'pacumê'". (Eu menti, gente...O meu pai não é o tio da minha família...Porque comigo não é só um. É meu pai e os irmãos dele. Mas, minha mãe não é a tia do biquíni, ela é super legal, morreria de rir lendo isso aqui, concordaria comigo...O que não significa que não tenha aquela mulher chata e meio maluca do tio, né?). Quem mais vai ser essa tia do biquíni? Vai ser a que ama a programação da televisão nessa época, obviamente a que vai pra praia com todos os atributos que eu disse anteriormente; vai ser a que vai me dar as roupas ridículas de verão de presente de Natal, a que ouve as músicas de verão e dança que nem um avestruz drogado com pó de mico no cu - desculpem-me novamente pelo palavreado -, vai ser a que diz que todo mundo ama essa época, a que vai querer tirar foto com o Papai Noel do shopping que nem uma criancinha, e com os outros enfeites como se aquilo fosse a coisa mais extraordinária do mundo, e quem mais ela vai ser? A pessoa que vai me dizer que eu fico estressada à toa nessa época.

Depois desse desabafo aqui, não tenho mais nada à declarar. Peço apenas que vocês comentem, me mostrem seus sentimentos pela minha família formada pelas tias de biquíni e pelos tios "pavê ou 'pacumê'", digam suas opiniões sobre essa época do ano, o que acharam do meu desabafo aqui...E é isso.
Kisses & Cupcakes'
*xoxo*
Faty'
S2


6 comentários:

  1. hahahahaaha eu ri bastante lendo o post até porque me identifiquei demais, eu também odeio essa época do ano (exceto reveillon que passo com amigos), sentimentos hipócritas e tals. E Faty tenho que fazer um post sobre isso no meu blog as pessoas tem que saber que NÃO É TODO MUNDO QUE AMA FIM DE ANO! Bjos
    my-galaxies.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado e se divertido lendo! Eu odeio MEEEESMO essa época do ano...Tipo, MESMO. Nem sei como descrever direito...
      E sim, as pessoas PRECISAM saber disso.

      Excluir
  2. hahahhahahah o pior que faz sentido! Mas super amo fim de ano, exceto por alguns motivos que vc colocou aí!
    http://pastelsemqueijo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É claro que faz sentido! É a verdade por trás dos fatos...
      Deve ser legal não ficar extremamente estressada nessa época do ano...Ótimo pra você isso.

      Excluir
  3. Me identifiquei com o 1, 2, 3 e 6. ODEIO CALOR!!!
    Também não gostava de fim de ano, talvez por que todos que eu lembre foram ruins, mas isso mudou no ano passado, agora passei a gostar dessa época do ano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calor é a coisa mais detestável do mundo.
      Que bom que isso mudou pra você...Eu acho.

      Excluir

Deixe sua opinião.